curl curl1

 

Curling é um esporte olímpico coletivo praticado em uma pista de gelo cujo objetivo é lançar pedras de granito o mais próximo possível de um alvo, utilizando para isso a ajuda de varredores. O nome do esporte origina-se do verbo em inglês “to curl”, que significa “girar”, e se deve ao fato de as pedras serem levemente giradas no ato do lançamento, descrevendo uma parábola em sua trajetória.
Criado por volta do século XVI na Escócia, o esporte teve as primeiras regras elaboradas em 1838. Disseminado pelo mundo através de imigrantes escoceses, o curling é hoje em dia praticado principalmente no Canadá. Em Jogos Olímpicos de Inverno, teve sua primeira aparição em Chamonix 1924, embora esta só tenha sido considerada oficial em 2006. Depois de três aparições como esporte de demonstração, o curling voltou ao programa olímpico em Nagano 1998, sendo disputado até os dias atuais.
As equipes são compostas por quatro jogadores, sendo cada um responsável por lançar duas pedras em cada end, como é chamada cada subdivisão de uma partida. Após o lançamento, os outros jogadores podem varrer o gelo com o objetivo de diminuir o atrito entre a pedra e pista, fazendo-a parar mais longe. Os jogos são disputados, de modo geral, em dez ends, podendo terminar antes se uma das equipes desistir ou for matematicamente eliminada. A pontuação só é determinada ao final do end, e apenas uma equipe pode pontuar em cada etapa. A equipe faz um ponto para cada pedra localizada mais próxima ao centro do alvo que qualquer uma das pedras adversárias.
O curling possui duas variantes. Na disputa de duplas mistas, a principal mudança é a presença de duas pedras posicionadas antes do início do end. Na modalidade em cadeira de rodas, disputada em Jogos Paraolímpicos de Inverno desde Turim 2006, as pedras são lançadas com o jogador parado (geralmente com a ajuda de um bastão) e a varrição não é permitida.
As competições mais importantes do esporte são o Campeonato Mundial e os Jogos Olímpicos de Inverno. Entre os países lusófonos e sul-americanos apenas o Brasil possui seleção nacional, que participou em 2009 e 2010 de um desafio continental em busca de vaga no Campeonato Mundial.

Pista
A pista do curling é feita de gelo e tem 45,72 metros (150 pés) de comprimento e 5 metros (16 pés e 5 polegadas) de largura máxima. Próximas a cada extremidade da pista estão marcadas três linhas paralelas àquela: a tee line, localizada exatamente no centro do alvo (chamado “casa”) e distante 17,375 metros (57 pés) do centro da pista, a back line (“linha de fundo”), localizada a 1,829 m (6 ft.) da tee line na direção da extremidade da pista, e a hog line, distante 6,401 m (21 ft.) da tee line na direção do centro da pista. Além destas, existem uma linha central ao longo da pista (perpendicular às extremidades) e uma linha sobre a qual é colocado um bloco de apoio usado pelos lançadores (semelhante aos blocos de partida do atletismo).

A pista de jogo. As duas linhas verticais azuis são as hog lines (HOL). As linhas verticais que passam pelos centros das casas são as tee lines (TL), paralelas às back lines (BL), localizadas nos finais de cada casa. Neste esquema também podem ser vistas a linha central (CL) e a linha do bloco de apoio (HA), bem como os quatro círculos concêntricos que formam o alvo.
No cruzamento da tee line e da linha central existe um pequeno buraco (tee), a partir do qual há quatro círculos concêntricos que formam o alvo (“casa”), com raios de 1,829 m (6 ft.), 1,219 m (4 ft.), 0,610 m (2 ft.) e 15,24 cm (6 in.). A temperatura do gelo é mantida em torno de -4,5 °C.

 

Curling sobre cadeira de rodas

curl2 curl3